Sobre o livro:
novembro 2013
agosto 2013 (eu explicando minha enrolação eterna)
julho 2013 (tem até um FAQ!)
eXTReMe Tracker
Raquel, páginas 10 e 11
publicado em 04/02/18




Página 10
Raquel: Logo chegamos ao campus
Raquel: Grande...
Raquel: Arborizado, com vários prédios espalhados entre o verde....
Raquel: Tudo parecia lindo, novo e perfeito.
Raquel: Como nunca tinha ouvido falar daqui antes??
Mário: Chegamos no conjunto residencial... Vocês descem aqui.
Mário: Peguem as chaves dos seus alojamentos, guardem a bagagem no quarto de vocês...
Página 11
Mário: "...daqui meia hora um guia os levará para conhecer todo o campus.
Mário: Bom dia e até mais tarde."
Raquel: E assim como chegou...
Raquel: ...ele se vai
Raquel: Soltando três estudantes numa terra estranha...

A história até agora: Raquel está em um ônibus, relembrando a misteriosa carta que a leva até a cidadezinha de Gádira, onde fica a misteriosa "Universidade O.M.N.I."
Chegando na cidade, ela e outros jovens são recebidos por Mário, que se diz funcionário da Universidade e os leva até lá...

(Raquel é uma história em quadrinhos, escrita por mim e desenhada pelo Miguel Jacob. É o "remake" de uma história que já fiz mais de uma vez, mas dessa vez pretendo que seja a definitiva :))

Um dos sites em que publico as tirinhas em inglês, o The Duck (tá, esse "o" ficou estranho, já que a tradução fica "o O Pato", é tipo falar que "sou rápido como o The Flash"...) elegeu Mushiíces como a "melhor tirinha com protagonistas crianças". Eu to besta até agora com isso *-*

Por sinal, no longínquo ano de 2001 (ninguém aqui era nascido ainda :P) a votação em um site me colocou em 3º lugar como melhor roteirista e melhor HQ online (Raquel, em sua segunda encarnação). Fazendo as contas rapidinho, ambas as votações deviam ter só três candidatos, mas ser citado em tempos pré-rede sociais já foi uma vitória imensa. Tanto que demorei quatro anos para descobrir que existiu essa votação o.o'

Fim do ano passado, li uma série de livros, a trilogia WondLa (preciso resenhar), escrita e ilustrada por um dos melhores desenhistas que conheço, Tony DiTerlizzi. Confesso que comprei sem esperar muito, afinal, era um desenhista escrevendo, e a série me surpreendeu positivamente: tem alguns problemas por ser escritor iniciante, mas construção de mundo, personagens, etc, muito bem feitos. E, depois de ter lido os três livros, soube que a cada livro lançado, ele tinha feito um livretinho com rascunhos dos personagens, lugares etc. Claro que eu quis! Mas não achei a venda em canto nenhum da internet.... e acabei perguntando pro próprio autor como conseguir.
Não é que ele me manda os livretos autografados??? :D Isso fez meu dia por vários dias seguidos :DDD

Na medida que acho legal que um autor é atencioso com seu público, é triste como várias séries legais (de livros, de HQs, de desenhos animados, seriados etc) não tem o devido reconhecimento. Não precisam estourar como Harry Potter ou Jogos Vorazes, mas seria mais justo se mais gente conhecesse ao menos. Eu que não consumo muitos livros/HQs porque sou lerda pra ler conheço várias pérolas que pouca gente ouviu falar, tipo WondLa mesmo, ou a brasileira Rani do Jim Anotsu. =/

1) Falando em WondLa, fiz uma fanart da personam principal da série, Eva Nove, para agradecer os livretos. A arte simplezinha está aqui ^^
2) Ano passado encomendei uma estátua de Raquel e Catarina pela pra lá de talentosa MDDragons. Estes dias ela postou no facebook mais fotos das duas prontas (com direito a link para as minhas histórias). Vão lá e prestigiem o trabalho dela :D
Por sinal, se quiserem conferir Klara e Maria por ela, livremente inspirado nesse desenho meu, entrem aqui :D


3) no meu blog fiz uma postagem falando basicamente que é "raro menino arriscar usar algo feminino, quando as meninas praticamente não tem neurose quanto a isso"
4) também no blog outra postagem em cima dessa pixação que vi na Paulista, ano passado:

...óbvio que concordo, e muito, com a frase ò_ó
5) e, pra finalizar, fiz a resenha de três HQs (além de por uma lista parcial dos livros que andei comprando e lendo):

• a curtíssima Culpa, da citada acima Cristina Eiko.
Nimona, da gringa Noelle Stevenson e
American Flagg!, de Howard Chaykin.

Ei, quer receber tirinhas e páginas de Raquel no conforto do teu e-mail, muito antes de eu publicar no site? Cliquem aqui e preencham este formulário :D

|

Raquel, página 9
publicado em 21/01/18


Raquel: "Em menos de quinze minutos, passamos por uma grande placa de pedra..."
Raquel: "...indicando que chegamos aos limites do campus."
Raquel: "Por um instante tive a impressão de vislumbrar..."
Raquel: "um traço negro cortando o céu de baixo à alto, na frente do pára-brisa."
Raquel: "mas que desaparece antes de eu falar sobre ele"

A história até agora: Raquel está em um ônibus, relembrando a misteriosa carta que a leva até a cidadezinha de Gádira, onde fica a misteriosa "Universidade O.M.N.I."
Chegando na cidade, ela e outros jovens são recebidos por Mário, que se diz funcionário da Universidade e os leva até lá...

(Raquel é uma história em quadrinhos escrita por mim e desenhada pelo Miguel Jacob. É o "remake" de uma história que já fiz mais de uma vez, mas dessa vez pretendo que seja a definitiva :) )

Antes de fechar aqui, algumas notinhas:
1) postei no meu blog o texto que coloquei aqui contra a proposta de cobrarem pelas universidades públicas. Cliquem aqui para reler e mostrar para os outros :D
2) ainda no blog, postei essa foto aqui:


....e perguntei qual a língua de nosso país, da minha cidade, do estado em que vivo? Afinal, desde quando "free" substituiu o lugar de "grátis" na língua portuguesa? õ.o
3) e postei mais um dos semáforos turísticos da cidade de São Paulo. Tem gente que anda por aí atrás de pokemon, eu e namorada andamos atrás de vacas da cow parade e semáforos diferentões (e que estão sendo sumidos pela administração do atual "jestor" da cidade)

|

Raquel, páginas 7 e 8
publicado em 17/12/17




Página 7
Raquel: "...que venha o primeiro fantasma!"
Mário: Olá, vocês são Raquel Cortez, Jamil Pedro e Rodrigo Mello?
Mário: Meu nome é Mário, da universidade O.M.N.I. e vim busca-los.
Mário: entrem!
Raquel: "buuuuuu"
Página 8
Raquel: "Ninguém soltou um pio durante o trajeto..."
Raquel: "e, em nenhum momento...
Raquel: "...o funcionário da Universidade tirou aquele sorriso esquisito da cara..."

A história até agora: Raquel está em um ônibus, relembrando a misteriosa carta que a leva até a cidadezinha de Gádira, onde fica a misteriosa "Universidade O.M.N.I."
Chegando lá, ela pensa "me sinto nas portas de um trem fantasma", ela pensa antes de descer do ônibus....

Para quem chegou agora: Raquel é uma história em quadrinhos, escrita por mim e desenhada pelo Miguel Jacob. É o "remake" de uma história que já fiz mais de uma vez, mas dessa vez pretendo que seja a definitiva :)

O texto a seguir veio da minha última newsletter e achei melhor colocar aqui também:


Bom, enquanto Raquel está indo conhecer para sua futura universidade, está rodando por aí no mundo real uma proposta medonha de cobrar mensalidade nas universidades públicas. Pior é que esse governo federal tem uma proposta medonha atrás da outra num ritmo tão grande que já estamos ficando anestesiados e não ligamos mais, ainda mais com os meios de comunicação dizendo "amém".
Mas acho bom a gente sair da letargia e ir correr atrás do contrapontos ao que enfiam goela abaixo na gente e repassar para as pessoas.
"Ah, mas eu não faço universidade pública e nem conheço ninguém que faça", ok, sorte tua, mas não é porque você não vai perder direitos que não devia ser importar com isso. Outras pessoas vão perder direitos, muitas pessoas vão perder direitos, uma parcela enorme da sociedade vai perder direitos só com a cobrança de mensalidade, isso deveria incomodar qualquer um que se ache digno de dizer que é gente.

Fora que perda de direitos, assim como doenças terminais, vem sempre assim: pelas bordas, com sintomas que achamos bobos demais pra gente ir pro médico...

Enfim, deixa eu por links para não transformar aqui em textão, ficando a critério de cada um clicar nos links e ler (e, quiçá, repassar), ou não :P


1) O professor Cleber Haubrics, do IFRJ, explica sobre por que a universidade pública deve ser gratuita:

"Mais de 90% dos estudantes das Universidades Federais não poderiam pagar mensalidades caso a universidade deixasse de ser gratuita"


2) Quem apoia a cobrança de matrículas geralmente invoca um relatório do Banco Mundial, que não é exatamente a entidade mais isenta do mundo. Aqui tem um fio de tweets dando contraponto, com tabelas e links para mais estudos (pra quem gosta de ler mais que eu ainda)(como se fosse difícil isso....)
"Relevantes críticas ao recente relatório do banco mundial tem surgido desde a sua divulgação. Uma delas vem de dois economistas da UFBA, profundos conhecedores da realidade das universidades públicas"


3) Dona namorada, aquela maluca que me namora e ainda por cima encara doutorado (tá na reta final, a fase em que surtar se torna um modo de vida), colocou a opinião dela, baseada na convivência dela com o meio universitário. Cliquem aqui e vão lendo ^^
"Logo não teremos profissionais de qualidade formados no Brasil, eu acho. Vamos voltar pro século passado, em que os ricos mandavam seus filhos pra "Europa" pra estudar. Mas a gente quer massa de trabalho, não precisa ter boa formação, né?? Precisa saber fazer"

Ei, quer receber tirinhas e páginas de Raquel no conforto do teu e-mail, muito antes de eu publicar no site? Cliquem aqui e preencham este formulário :D

|

Raquel, páginas 5 e 6
publicado em 10/12/17




Página 5
Raquel: Fora isso, não achei um átomo a mais de informação sobre.
Raquel: (que sono, não dormi nada...)
Raquel: assim mesmo, a doida aqui decidiu sair da cidade e ir conhecer a tal universidade:
Raquel: afinal, segundo a carta, a tal O.M.N.I. me oferecia uma viagem gratuita para conhecer suas dependências,
Raquel: sem nenhum compromisso da minha parte,
Raquel: mais alimentação e estadia *de graça* por dois dias e...
Raquel: bom, é de graça, né?
Raquel: Na pior das hipóteses, passo um fim de semana sem ouvir meu irmão me chamando de inútil...
Raquel: Na melhor das hipóteses, mudo de cidade e de rotina, dou uma arejada na minha vida :)
Página 6
Raquel: Espero não me arrepender
Raquel: Me sinto nas portas de um trem fantasma...
Raquel: "Lasciate ogni speranza, voi ch'intrate"

A história até agora: Raquel está em um ônibus, relembrando que quase passou em todos os vestibulares que fez e da carta da misteriosa "Universidade O.M.N.I.", que a chamou....

Para quem chegou agora: Raquel é uma história em quadrinhos, escrita por mim e desenhada pelo Miguel Jacob. É o "remake" de uma história que já fiz mais de uma vez, mas dessa vez pretendo que seja a definitiva :)

Confesso que tava com preguiça e meia de fazer esse texto =p Não que eu não queira ou não goste de fazer, mas simplesmente bateu preguição, quem nunca? Fui à praia com namorada e amigos no último feriado, e como foram dias nublados e de chuva, mais descansamos e descarregamos da aceleração maluca da cidade (exageradamente, doentiamente) grande do que aproveitar o mar e a praia.

Daí minha inércia preguiçosa ^^

Por outro lado estou com planinhos e planinhos em relação às minhas histórias para o "ano que vem" (entre aspas, já que pode ser já-já que aconteçam, mas é mais provável que seja em 2018 mesmo, o ano novo já tá ali virando a esquina) (incrível que 2017 esteja no fim, esse ano pareceu ser uns três somados de tão arrastado), e já estou me pilhando com Raquel e com as tirinhas, pedindo dicas e fazendo pesquisas pra ver quão segura é a trilha que quero arriscar =]
Teve uma (ex-)amiga que certa vez disse que vivo fazendo planinhos, mas disse de uma forma para me alfinetar, desdenhando. Talvez ela estivesse certa, mas prefiro assim: sonhando, pondo bonde pra andar, quebrando a cara. Talvez nada dê certo, raramente deu, mas sou daquelas pessoas que se divertem mais com a viagem do que com o destino, né? :P

(Sério, com tanta coisa legal pra se criar e se divertir fazendo, por que as pessoas queimam seus dias vendo televisão e falando mal dos outros no zapzap?)

Toda vez que recebo páginas do Miguel dá vontade de pedir desculpas pela minha incompetência: ele anda desenhando mais rápido do que (re)escrevo. E nem sempre fico feliz com os tons de cinza que coloco na arte dele. Às vezes acho que acerto, mas muitas vezes me pego tratando o sombreado como se fosse cores, pintando a página inteira. Aí falo alto "ai, anta", apago todo esse fruto de uma empolgação tosca e recomeço.

Falando em recomeços... na página 4, Raquel está consultando no celular um site cheio de imagens quebradas sobre Gádira. Caso tenham curiosidade, coloquei no site a página que usei para fazer o quadrinho. Não tem nada lá, além de imagens tiradas diretamente dos anos 90 da internet + texto em lorem ipsum misturado com coisinhas em português sem formatação nenhuma.
Curiosamente, eu fiz essa "página" dez anos atrás para uma versão anterior de Raquel, e lá a personagem consultava em um computador de mesa (aposto que com monitor de tubo).
O que dez anos fizeram com o mundo, né? E vinte então? Achei estes tempos o primeiro manuscrito da história (1995?) e lá tá assim, em toda glória de bic azul sobre folha de caderno universitário:

"Mas seu guia de cursos não registrava uma linha sobre curso nenhum daquela universidade, nem em química, nem em outra graduação. Por sinal, não encontrava a cidade de Gádira no mapa do estado e a sua Enciclopédia Universal, a melhor que ela conhecia, não sabia nada sobre a cidade nem na letra "G", nem em nenhum livro do Ano ou apêndice.

Mas achou referências na EPE (Enciclopédia de Pesquisa Escolar), uma daquelas tralhas que aqueles vendedores de porta em porta te empurram como a melhor coisa do mundo... em doze anos, Raquel raramente a usou, e só para ter alguma informação superficial sobre determinado assunto. Era assim também sobre Gádira: "Cidade e Município do Estado de São Paulo, com 823km² e 35.000 habitantes. Agropecuária e uma universidade particular. O natural ou habitante é gadiriano". Mas já era algo."

Cara, ela consultava enciclopédias, tinha DUAS em casa o.o

PS: quem não pegou a referência do que Raquel fala no último quadrinho, clique aqui :P O texto é quase tão velho quanto a personagem :)

Ei, quer receber tirinhas e páginas de Raquel no conforto do teu e-mail, muito antes de eu publicar no site? Cliquem aqui e preencham este formulário :D

|

Raquel, páginas 3 e 4
publicado em 26/11/17




Transcrição:
Página 3
Raquel: Aí, quando já estava me resignando à mais um ano de abstinência social,
Raquel: exilada no maravilhoso país das apostilas e simulados, me chega uma carta:
Raquel: eu tinha sido aprovada em Química na Universidade O.M.N.I.!!
Raquel: Yay!!! :D
Raquel: Viva!!! :D
Raquel: Felicidade!! \o/
Raquel: Aleluiaaaa~~!! \o/
Raquel: Nunca ouvi falar dessa universidade ¬¬’
Raquel: ...muito menos fiz vestibular para lá, nem lembro onde foi o exame. Portanto, não o fiz...
Raquel: (isso é lógico, né?)
Raquel: Só que.....
Raquel: minha mãe achou dentro de minhas apostilas o meu cartão de inscrição para a prova (e o gabarito!) preenchidos com minha letra, no meu nome e preenchida com minha caneta perfumada favorita!!
Raquel: É, não lembro de nada O.O
Raquel: Mas o mundo fez questão de dizer que fiz sim e trata de esfregar isso na minha cara.
Página 4

Raquel: Não me dei por vencida e fui pesquisar sobre a tal universidade, seus cursos, reputação... e encontrei:
Raquel: ...nada.
Raquel: nadica de nada
Raquel: Com alguns malabarismos nas páginas de busca, encontrei referências sobre Gádira, a cidade em que estpá o campus da O.M.N.I.
Raquel: Mas eram dados bem básicos tipo população (7000 habitantes) e gentílico ("gadirense")
Raquel: perdidos num site "escolar" com visual antigo e cheio de imagens quebradas
Raquel: (que provavelmente não era atualizado desde a invenção da Internet.)

A história até aqui: Raquel está em um ônibus, relembrando que quase passou em todos os vestibulares que fez...

Para quem chegou agora: Raquel é uma história em quadrinhos, escrita por mim e desenhada pelo Miguel Jacob. É o "remake" de uma história que já fiz mais de uma vez, mas dessa vez pretendo que seja a definitiva :)

...e muitos de vocês terão déjà vu: Raquel já teve sua história contada aqui, mais de uma vez, acho. Estava querendo recontar e retomar esse enredo (afinal, nunca terminei...) quando o Miguel, que já tinha feito do jeito dele as primerias tiras de Klara perguntou se ele poderia redesenhar a história...

E aqui estamos :) Estou reescrevendo, ele está desenhando a personagem e espero que vocês gostem :)
Pra quem já tinha lido Raquel antes, queria dizer que o enredo vai ter diferenças do que vocês já leram e espero que vocês curtam, assim como quem chegou agora^^ E como sempre, peço comentários e críticas: dinheiro é bom, mas ter opiniões e comentários sobre o que estou fazendo para que eu possa melhorar vale mais do que dinheiro :P

Ei, quer receber tirinhas e páginas de Raquel no conforto do teu e-mail, muito antes de eu publicar no site? Cliquem aqui e preencham este formulário :D

|

Raquel, páginas 1 e 2
publicado em 22/10/17




Transcrição:
Página 1
Raquel: Aiai...
Raquel: Vai entender....
Página 2

Raquel: Depois de um ano de cursinho, muita privação, preparação, uma penca de vestibulares...
Raquel: Todos seguidos de segundas-fases, ansiedade pelos gabaritos, tabelas com notas, classificação, lista de chamada...
Raquel: Consegui o impossível:
Raquel: Fui a primeira colocada em todas as provas \o/
Raquel: Todas mesmo!
Raquel: A primeira, sempre a primeiríssima após o *último* colocado da *última* lista de chamada de *todos* os cursos que prestei... =_=
Raquel: Eu quis morrer -_-'

A história até aqui:
Ei, a história está começando agora e....
...e muitos de vocês terão déjà vu: Raquel já teve sua história contada aqui, mais de uma vez, acho. Estava querendo recontar e retomar esse enredo (afinal, nunca terminei...) quando o Miguel, que já tinha feito do jeito dele as primerias tiras de Klara perguntou se ele poderia redesenhar a história...

E aqui estamos :) Estou reescrevendo, ele está desenhando a personagem e espero que vocês gostem :)
Pra quem já tinha lido Raquel antes, queria dizer que o enredo vai ter diferenças do que vocês já leram e espero que vocês curtam, assim como quem chegou agora^^ E como sempre, peço comentários e críticas: dinheiro é bom, mas ter opiniões e comentários sobre o que estou fazendo para que eu possa melhorar vale mais do que dinheiro :P

Ei, quer receber tirinhas e páginas de Raquel no conforto do teu e-mail, muito antes de eu publicar no site? Cliquem aqui e preencham este formulário :D

|

Fanart: Mushiíces (13) por Miguel Jacob
publicado em 30/07/17


TRANSCRIÇÃO:

Lia: Segundo dia de aula e já tem advertência por bater num menino!?
Klara: Foi ele que-...
Lia: Vai para teu quarto! Está de castigo até a hora da janta!
Lia: Uhu! Ela não leva desaforo! Essa é minha garota!
Lars: Adivinha quem Klara puxou...


A história até agora: O desenhista Miguel Jacob redesenhou várias das primeiras tiras de Klara e Maria. Como o trabalho ficou lindo e vou demorar para finalizar a continuação do Leilão (onde os pais de Klara estão numa distante mansão com gente esquisita), decidi ir postar as páginas para um público maior :D

Para quem não viu (alguém se lembra? :P), a página acima é baseada nessa tirinha aqui:

...e cara de Klara é o oposto da última vez que a vimos, tanto na posição da página, quanto na expressão:

Pois é, andei sumido e o grande motivo pela minha enrolação é a falta de material: essa tira de hoje era a última do estoque de páginas que o Miguel me mandou :P E o "projeto secreto" vai demorar um tanto pra despontar e precisa do seu tempo pra aparecer (mas tá quase^^). Tinha me comprometido a atualizar esse site (e a newsletter) a cada 15 dias mais ou menos, e bem, isso é uma briga minha para vencer o "pântano", aquela sensação de estar preso em algo que não te deixa se mexer, geralmente o mix de cansaço, falta de tempo e rotina bem sulcada no trajeto do dia da gente.
No geral, até que consigo vencê-lo, algumas vezes ele acha que me engole e escapo em seguida inventando coisinhas pra fazer. Não serão as coisas mais incríveis e originais do mundo, mas eu tive uma idéia e experimentei fazer =p

Falando nisso, apesar do lema em negrito acima, até hoje fico meio chateado com a sequência d'A Noite de Maria, em que fui bem mais experimental e gosto muito do resultado: acho injusto ela receber o mesmo silêncio que o resto das tiras recebem. Bom, ao menos fiz porque quis fazer, criar uma rotina mais legal inscrita na de sempre, é mais interessante e desafiador que ficar olhando a televisão, acreditem :)

E, de brinde, me movo pra fora do "pântano".

Deixa eu encerrar esse bloco com uma sugestão de documentário: Nos Reinos do Irreal (The Realms of the Unreal), a história de Henry Darger, um zelador de um prédio que escreveu um livro de QUINZE MIL CENTO E QUARENTA E CINCO páginas (e depois outro de dez mil páginas e um terceiro com 4672 páginas), ilustrado por ele mesmo (que teve de criar várias técnicas para uso próprio) - e o trabalho só foi descoberto nas vésperas da sua morte. Tirando o fato que ele não sabia desenhar meninas direito (cof cof cof), impossível não me identificar com ele - mesmo sendo um caso tão extremo...
Não achei o documentário legendado em inglês, mas tem ele completo com letrinhas em espanhol aqui.

(se alguém encontrar versão com legendas, me avisem que coloco aqui!)

E nesses dias, que andei fazendo no blog:
1) coloquei mais trabalhos manuais de minha mãe no DeviantArt que abri pra ela faz tempo (afinal, começando por mim ela só faz coisa bonita ^^)
2) namorada achou umas piadas sobre mensagens engraçadas em quadros de avisos de igrejas e afins. Muito tempo atrás, eu tinha postando algo parecido mas miraculosamente com conteúdo diferente. Como os tempos estão azedos, achei merecido colocar algo bobo pras pessoas rirem sem culpa :) As piadas que coloquei primeiro estão aqui (post de 2002 com conteúdo de 1996)(d.C.) e o que a minha plutoniana de plantão me passou estão aqui.
3) gosto de fotografar as pequenas intervenções que as pessoas fazem na cidade, sejam adesivos ou grafite ou pixo mesmo. Fiz um post com mais três delas, e que termino avisando que os semáforos turísticos da cidade estão sumindo: ontem vi que o da Sé e do Mercado Municipal ainda estão lá, mas tudo indica que o do Memorial da América Latina foi retirado, antes mesmo de eu tirar fotos :|

|

Fanart: Mushiíces (12) por Miguel Jacob
publicado em 21/06/17


TRANSCRIÇÃO:

Natália: Maria, me ajuda a achar minha sala?
Maria: Claro! Conheço a escola toda!
Maria: Viu como foi fácil, Natália?
Natália: Ah, obrigada!
Natália: Você teoricamente não deveria enxergar muitíssimo bem?
Maria: Desculpaaa!
Placa: Banheiro Masculino


A história até agora: O desenhista Miguel Jacob redesenhou várias das primeiras tiras de Klara e Maria. Como o trabalho ficou lindo e vou demorar para finalizar a continuação do Leilão (onde os pais de Klara estão numa distante mansão com gente esquisita), decidi ir postar as páginas para um público maior :D

Para quem não lembra/viu, a página acima é baseada nessa sequência de tirinhas aqui:

Enquanto montava esse texto, tive de aturar um troll no twitter, do tipo que entra na conversa, expõe um monte de preconceitos já conhecidos e você sabe que não vai ouvir argumentos, só querem a confusão - seja por carência de emoções, seja por contrato (vai saber...).
Esse tipo de situação faz parte da vida internética desde antes de inventarem a internet, mas já pensei em fazer um texto sugerindo como lidar, dissecar estratégias de "argumentos" e contra-argumentar com exemplos retirados de algumas conversas que já tive. Mas nunca fiz esse texto e acho que nunca farei, não por medo de retaliação, mas preguiça mesmo :P

Tenho uma infinidade de textos que imaginei e que não saem pro mundo real pelo mesmo motivo.

Essa semana dediquei a finalizar um fanzine com as duas primeiras histórias de Raquel (não, esse não é o projeto secreto): há um tempo estou vendendo parte da minha coleção de gibis na internet e pra cada gibi que vendo, costumo mandar um velho MushiComics ou o último Sine Qua Non (que talvez saia um novo no segundo semestre, depende das condições meteorológicas do doutorado da namorada). Como os estoques desses dois zines estão acabando, decidi embalar Raquel nesse formato, pela primeira vez nesse século :P, e por para distribuir nesse mesmo canal.
Acho que vai valer muito como divulgação :)
Só que o zine precisava de textos apresentando a personagem e contexto, já que ia chegar de paraquedas para novos leitores desavisados, né? Então, gastei a SEMANA TODA em dois textos que caberão numa página de sulfite ¬¬ É por isso a preguiça em escrever: sou de...va...ga...r... ,@ö [isso é o emoticon de um caramujo, ok?], disperso e muitas vezes indeciso com o que vai pro texto ou não. Me ver digitando é um festival de tecla tecla tecla deleta deleta deleta. É mais um item na infinita lista de "corrigir em mim mesmo" =_=
E eu desenhando é a mesmíssima coisa. Minha lerdeza em produzir deve ser para compensar a velocidade em que falo ¬¬

(e, apesar disso tudo, eu até que produzo alguma coisa além de gás carbônico :) )

|

Fanart: Mushiíces (11) por Miguel Jacob
publicado em 15/06/17


TRANSCRIÇÃO:

Placa: DIRETORIA
Rafael: Você vai ver só, vou fazer te expulsarem da escola!
(alguém): "Você viu? Ele apanhou de uma menina..."
(alguém): "Pois é, uma mulher e mais nova..."
(alguém): "Ha, ha, ha, que fracão"
Rafael: Moça, se tirar a queixa as pessoas param de falar de mim?


A história até agora: O desenhista Miguel Jacob redesenhou várias das primeiras tiras de Klara e Maria. Como o trabalho ficou lindo e vou demorar para finalizar a continuação do Leilão (onde os pais de Klara estão numa distante mansão com gente esquisita), decidi ir postar as páginas para um público maior :D

Para quem não lembra/viu, a página acima é baseada nessa sequência de tirinhas aqui:

...e preciso começar a fazer material novo logo, o estoque de artes do Miguel tá acabando.


Estes dias cumpri minha parte no "projeto secreto" que estou discretamente falando por aí. Espero que seja a primeira de muitas^^ (entendedores devem ter pego o que é).

Também voltei a mexer no lendário wannabook ("tentativa de livro") que estou escrevendo há séculos. Pelo jeito vou reverter algumas decisões no enredo e seguir adiante... dá até para acreditar que quando sigo uma decisão errada na trama mas não percebo que estou errado, a estrutura da história começa a se sabotar e travar até chegar no ponto em que paro tudo por meses. Aí me dou conta da caquinha feita, corrijo (ou algo assim) e volto a andar. Espero.

Para quem não sabe, o livro acontece cerca de um ano após as tirinhas, com os mesmos personagens (mais ou menos) e mesmo bairro (mais ou menos também). Espero que ele fique pronto algum dia.... =_=




Povo de Sampa: a administração passada espalhou em vários locais da cidade "semáforos turísticos", que são os semáforos de pedestres modificados para homenagear um monumento ou região em que eles se encontram. Ilustrando esse texto, está o da Pinacoteca, mas eu (com dona namorada) já caçamos vários pela cidade afora:
Theatro Municipal
Prédio do Banespa
Liberdade (luminárias)
Liberdade (arco)
Monumento às Bandeiras
Edifício Copan
MASP
São Bento

Pátio do Colégio
(tenho outros fotografados, só falta colocar no blog mesmo)
O problema é que não encontro uma lista oficial de quais semáforos foram criados e onde estão. Há algum tempo achei uma listagem num site em espanhol, mas ela visivelmente tem erros: o edifício Itália nunca teve semáforo turístico até onde consegui levantar, e duvido que o da Ponte Octávio Frias de Oliveira (Ponte Estaiada) também exista. Se alguém souber de uma listagem (no site da CET tem nada), me avise ^^

...e espero que a atual administração atual mantenha essa sinalização diferentona a mantenha, mas duvido. Eles não se importaram nem com o terceiro maior evento turístico da cidade =_=

Sair fotografando isso é uma maneira divertida de conhecer a cidade em que vivemos, e como o casal aqui GOSTA de andar, é mais uma desculpa para bater perna pela metrópole :) (sim, caçamos Mônicas e a leva recente de vacas da Cow Parade :) )


E é só, sem lorem ipsum dessa vez :P

|

Fanart: Mushiíces (10) por Miguel Jacob
publicado em 08/06/17


TRANSCRIÇÃO:

pai de Canjo: Te comprei um presente, Canjo! Você vai se divertir muito com os seus amigos!
Canjo: Obrigado pai!
Canjo: Agora só faltam os amigos...
Canjo: Vamos brincar, Luigi?
Luigi: Não sou criança
Canjo: Vamos brincar, Nina?
Nina: Isso é brincadeira de menino, Canjo


A história até agora: O desenhista Miguel Jacob redesenhou várias das primeiras tiras de Klara e Maria. Como o trabalho ficou lindo e vou demorar para finalizar a continuação do Leilão (onde os pais de Klara estão numa distante mansão com gente esquisita), decidi ir postar as páginas para um público maior :D

Para quem não lembra/viu, a página acima é baseada nessa sequência de tirinhas aqui:


...e é mais um caso que a versão cover filho melhor que a original :)

Os Agostini (a família rica do bairro onde Klara e outros personagens vivem) (batizados em homenagem à Angelo Agostini, pioneiro do quadrinho nacional) tiveram mais algumas poucas tiras: a família toda foi para uma viagem de negócios e o enredo acabou repentinamente com os três irmãos Agostini (Nina, Canjo e Luigi) sendo retirados de cena. Mais uma história que preciso retomar e eventualmente concluir =_='

Luigi, por sinal, é protagonista do meu único conto impresso, m3d0. Talvez eu coloque ele na seção "secreta" do site (exclusiva para assinantes da newsletter :P)


Na última postagem falei por alto do meu "trauma" com colaboradores em quadrinhos, mas se reclamar apenas vou ser injusto com quem transformou meus textos em imagens mil vezes mais legais do que eu conseguiria ^^
Entre eles, além do próprio Miguel (que espontaneamente refez algumas de minhas tiras), tem a Rafaela QB que fez uma página fofa para Klara e seus pais ^^ Fora gente que perdi contato nessas curvas da vida: Waleska Ruschel, aka Wa-chan, que fez uma versão própria de um conto meu (ela há alguns anos publicou uma HQ própria), Aurell Tenshi, que foi desenhista de Cia. de Asas, outra história que quero retomar um ano desses, entre outros :)

Devo ter esquecido muita gente, mas minha vida tem tantas camadas geológicas de gente que veio e gente que foi e gente que permanece que é impossível se lembrar de todo mundo assim, sem preparação :P


Para encerrar por hoje, que era pra ter sido entregue terça,(da próxima vez vou preencher aqui de lorem ipsum, ninguém vai perceber), três sugestões de newsletters sobre quadrinhos (e não só) que assino:
Lista do Zé - http://bit.ly/listadoze - do roteirista Zé Wellington, premiado com um HQ Mix ano passado. Periodicidade mensal ^^
Superfuzz - http://tinyletter.com/superfuzz - do Raphael Fernandes, editor da editora Draco e ex-editor da revista Mad. Fala de quadrinhos, fala de música, tem entrevistas e até leitura de cartas de tarô - praticamente uma revista em sua caixa postal. Estava sendo atualizado quase semanalmente, agora parece estar em hiato.
Consciência Transmitente - http://andycorsant.blogspot.com.br/p/newsletter.html - do Andy Corsant, quadrinista. Começou há pouco, então acho que ainda está para ganhar uma "cara", mas a primeira edição começou dando de tipografia e copics markers.

Legal desse formato de newsletter é receber as novidades, às vezes sem aviso, na tua caixa postal, para ler quando você quiser, no teu ritmo, e lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum, se você quiser indicar essa newsletter para seus amigos (ou inimigos, vai saber) assinarem, indiquem esse endereço: http://quadr.in/news

|

February 2018January 2018December 2017November 2017October 2017July 2017June 2017May 2017April 2017March 2017February 2017January 2017October 2016July 2016May 2016April 2016March 2016February 2016January 2016December 2015October 2015August 2015June 2015May 2015April 2015March 2015February 2015January 2015December 2014November 2014October 2014September 2014August 2014June 2014May 2014April 2014March 2014February 2014January 2014December 2013November 2013October 2013September 2013August 2013July 2013June 2013May 2013April 2013March 2013February 2013

ask.fmdivulgaçõesextrasfanartsilustraçõesinternetlivromushiícesRaquelRaquel (fanzine)siteUran

KlaraMariaLiaLarsRafaelRaquelSamiraAndldNatáliaAgnesCatarinaNdtllPero RamolecClarissaHndt(arte por Miguel Jacob)(mordomo canteniano)LuigiMárioPedro PradoArchangeloArthur Scott(mal)AntoninaIngridMafaldaAnne(dbad grande)(personagens visitantes)(Strauss)AndreasEduardo CâncioIgreja dos 808 AtosSamuel da CostaTânia(arte por Camilla)(dbad pequeno)(lobo)HelenaMateoMestraoutros alunos da OMNIPaoloRodrigo Coelhotymyzes random(arte por PockyPaulJones)(astronauta esquisito)(coelho-vampiro)(irmão de Raquel)(secretário)cantenianos randomCarlosGrandeJoana AninhaKevinLakstSolterrestres random(alguém)(arte por Aguiar Augusto)(arte por DruidTeeth)(arte por Dyel)(arte por Fana)(arte por Hitman)(arte por itigo-miki)(arte por Maga MD Dragons)(arte por PuddingValkyrie)(arte por Rogério Hanata)(arte por StormeChaser)(Homens de Preto - Raquel)(lemingues-zumbi)(pai de Maria)(princesa)(professora do quarto ano)(sonhadora)AynyaCamilaCésarDragão de BijouteriasJoaninhamãe de RaquelPapai NoelRitaSuper-M


Ei, Comprem meu conto

Lançado em ebook na Amazon pela editora Draco. CLiquem na imagem e comprem - é baratinho (R$2,99!). Dá para ler no kindle e em celulares/tablets/computadores que tem o aplicativo da amazon (que é gratuito).


Lista de links
Quadrinhos:
Bram & Vlad

Livros e Literatura:
EUqueDISSE
Leitura Escrita
Literamorfose:)